Paulo Litro diz que atraso da Prefeitura de Dois Vizinhos nas desapropriações coloca em risco obras na PR-281

09/10/2019 Assessoria Paulo Litro

O deputado estadual Paulo Litro (PSDB) afirmou nesta terça-feira (10/9) que a lentidão da Prefeitura de Dois Vizinhos para realização das desapropriações de imóveis coloca em risco a execução das obras para implantação de marginais e trevos na PR-281, em frente à BRF Foods e no acesso ao Parque Industrial.

“É essencial que a Prefeitura agilize esse processo, pois o atraso pode fazer com que a licitação, que foi realizada há quase um ano, fique com seus valores muito defasados. Isso pode resultar em um aumento de custo e até mesmo na desistência da empresa vencedora da licitação”, disse Paulo Litro.

Durante reunião realizada na semana passada na Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (SEIL), foi informado que os imóveis desapropriados ainda estão em nome do município, ao invés do Governo do Estado, como determina a Lei. Para que a obra possa começar será necessário aguardar nova legislação pela Prefeitura para que sejam repassados ao executivo estadual.

O deputado, que desde 2017 realiza audiências e gestões com o Governo do Estado para viabilizar os recursos para construção das marginais e trevos, ressaltou que a obra foi licitada em 2018 pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER) e que a Prefeitura poderia ter dado início ao trabalho de desapropriação no início do processo licitatório, em setembro do ano passado.

O principal problema acarretado por este atraso é o reajuste do preço do asfalto, que aumentou 27% entre outubro de 2018 a fevereiro de 2019, conforme aponta estudo da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Essa variação pode exigir a realização de reequilíbrio financeiro no contrato, o que elevaria o investimento necessário para execução da obra.

Atualmente a previsão é que sejam investidos R$ 5.348,227,04 na implantação de marginais e trevos em um trecho de 1,8 quilômetro de extensão na PR-281. Paulo Litro destacou que o governador Ratinho Junior e o secretário Sandro Alex já sinalizaram interesse e boa vontade para que a obra aconteça o mais rápido possível, mas dependem que a Prefeitura realize o repasse dos imóveis ao Estado.

“O governo do Estado reconhece a importância econômica e estrutural dessa obra, que uma vez concluída irá organizar melhor o trânsito e transporte de cargas na região, porém é necessário que o município cumpra sua parte com maior celeridade”, disse Paulo Litro.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,